top of page

11 MILHÕES DE MÃES SOLO NO BRASIL

Coletivo de Apoio à Maternidade Solo leva esperança para 220 famílias na

grande São Paulo


Coletivo Maternidade Solo, apoio e doações
O gesto de carinho e fraternidade que se torna esperança para muitas mães solo, uma rede de apoio.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem 11 milhões de mães solo no Brasil, muitas se encontram em vulnerabilidade social. A situação dessas mulheres piorou com a pandemia, mas o desafio ficou ainda maior se somado à responsabilidade de cuidar dos filhos, conciliar trabalho e garantir o sustento da família.


No Brasil, 48,7% das famílias são chefiadas por mulheres, segundo estudo feito pelo Grupo Globo. A pesquisa apresentou uma série de dados sobre o papel da mulher brasileira dentro e fora do mercado de trabalho e mostrou que, embora elas sejam maioria com ensino superior, ainda lideram os índices de desemprego no país: 14,9% das pessoas sem emprego são mulheres e 12%, homens.


Enquanto várias ONGs desaparecerem em meio às dificuldades geradas pelo Covid 19, o Coletivo de Apoio à Maternidade Solo nasceu, cresceu e hoje se sustenta com a ajuda de parceiros e doadores. Atualmente, são atendidas 220 famílias de São Paulo, e região metropolitana, chefiadas por mulheres que descobriram que não estão sozinhas na jornada da maternidade solo.


Todo mês, o Coletivo organiza repasses levando até a porta da casa de cada família apoiada um kit de alimentos, formando por cesta básica, frutas e legumes, 20 ovos, 12 litros de leite integral, 1 lata de fórmula infantil (para famílias com bebês que não estão em aleitamento materno), além do kit higiene, com sabonete, pasta de dente, absorventes, papel higiênico e pacote de fraldas descartáveis (para famílias com bebês). Também há orientação sobre aleitamento materno e doações de peças de vestuário, utensílios domésticos e brinquedos, sempre de acordo com a necessidade de cada família.


“O Coletivo de Apoio à Maternidade Solo é uma rede de apoio para as famílias evitando o risco alimentar, promovendo cursos de capacitação profissional e realizando rodas de conversa. Tudo isso para dizer: Mulher, você não está sozinha nessa jornada! Continue firme no teu maternar. Mais do que oferecer alimentos e outros itens de extrema necessidade, nossa missão é fazer com que essas mães se sintam amadas, acolhidas e apoiadas”, explica Thais Cassapian, mãe solo, professora da rede pública e presidente do Coletivo.


Além das doações, o projeto também se preocupa com a saúde emocional dessas mães. Duas vezes por mês são realizadas as “Rodas de Conversa – Grupo de Reflexão” na sede do Coletivo. “É um encontro de escuta sem julgamento, quando as mães conversam, desabafam e refletem sobre os desafios que enfrentam. É um forte momento de acolhimento”, define Thaís.


O curso de Assistente de Cabeleireiro foi o primeiro de longa duração realizado pelo Coletivo, que já oferecia capacitações rápidas de um dia. A intenção da ONG é organizar novas turmas e buscar parceiros para oferecer novos cursos às chefes de família e, assim, capacitá-las para o mercado de trabalho, ao mesmo que incentivam o empoderamento e preservam a dignidade dessas mulheres.


SOBRE O COLETIVO


O Coletivo de Apoio à Maternidade Solo nasceu em meio à pandemia do Covid-19. Segundo dados do IBGE, existem 11 milhões de mãe solo no Brasil, que ficaram ainda mais vulneráveis com o aumento dos riscos e dificuldades financeiras em decorrência da pandemia, isso sem contar na sobrecarga mental e acúmulo de tarefas devido à ausência de redes de apoio, como, por exemplo, as escolas.


Neste cenário, em abril de 2020, no auge da pandemia, teve início o Coletivo, apoiando primeiramente cinco mães solo. Em dois meses, esse número dobrou e em 2021, já eram 120 famílias atendidas. Hoje, o Coletivo apoia 220 famílias que vivem na capital paulista e região metropolitana. A ação é construída por meio da soma de esforços de diferentes pessoas, que entendem que atuar coletivamente e acolher quem mais precisa é o melhor caminho.


As doações para o Coletivo podem ser feitas pelo PIX doe@maternidadesolo.com.br, depósitos no Banco Itaú / Agência 9366 / Conta: 997451 – 4. Mais informações podem ser obtidas pelo WhatsApp (11) 9 5454 – 2989 ou no site coletivomaternidadesolo.com.br.

Fabiane Bernardi - Ecco Escritório de Comunicação


95 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page